AnimeSun entrevista Flavio Creasso, desenvolvedor do game brasileiro VIDA

AnimeSun entrevista Flavio Creasso, desenvolvedor do game brasileiro VIDA

1081
0
COMPARTILHE

Não é novidade que o Brasil está finalmente crescendo no ramo de desenvolvimentos de jogos. Inclusive, esse será um ano com lançamentos muito bons, entre elas, o Vida. Desenvolvido totalmente em território tupiniquim, o game promete ser um RPG diferente dos que já estão no mercado e apresenta algo curioso: Tirando a parte da sonoplastia (diálogos e sons que serão usados), ele vem sendo desenvolvido apenas pelo seu criador, Flavio Creasso. A AnimeSun teve a oportunidade de entrevistá-lo e saber um pouco mais sobre o Vida! Confiram:

VIDA-IMAGEMCORPO1AnimeSun-Flavio, de onde surgiu a ideia de criar a história do Vida e desenvolver o jogo?

“Bom, em 2008 após ter participado do concurso Top Secret da Acclaim, cheguei entre os finalistas. Por uma noite eu estava a um passo de conseguir o prêmio de dirigir um game de 1 milhão de dólares. O problema: a chance era tão pequena de meu nome estar lá no final (60.000 participantes, mundo todo, só eu de brasileiro e com meu inglês “buquizondeteibol”) que eu nem tinha chegado a pensar no que responder se eles me perguntassem que game eu queria fazer.

Criei o conceito do Vida (pensando num jogo de um milhão de dólares) naquela noite.”

AnimeSun-Você já tinha algum conhecimento em programação ou em design na época?

“Design sim e em programação era insuficiente pra fazer o jogo que eu tinha projetado. (risos)”

AnimeSun-O que o seu jogo tem de diferente de outros RPGS já existentes? Aliás, nos fale um pouco sobre ele.

“O diferencial é você ir mudando o mundo, nos outros jogos eu “finalizo” e quando dou um new game+ a minha passagem por aquele Universo foi nula. As cidades que eu havia libertado estão lá com os demônios de novo, os chefões ressuscitam, tudo é exatamente igual “antes” de eu ter passado por lá. Agora, imagine que este mundo vai “mudando” a cada passagem sua, imagine você até podendo começar com um outro personagem, mas ao chegar numa cidade ver que ela já foi mudada de alguma forma. Você vai deixar como está, reverter a mudança ou mudar para uma nova situação?”
VIDA-IMAGEMCORPO2AnimeSun-Em que fase de desenvolvimento o Vida se encontra?

“Aleluia! Indo para a finalização do primeiro capítulo com uma campanha de crowdfunding para uma arrancada final “EM BREVE” e lançamento até o fim deste ano.”

AnimeSun-Eu li em algum canto que, tirando a parte de sonoplastia, você está trabalhando com o jogo sozinho. Algum motivo em especial?

“Bom, a falta de verba para bancar um time foi fator determinante para eu ir tocando sozinho. Como o maior interessado, fui sacrificando e espremendo o que dava pra continuar produzindo, mas não dá pra exigir o mesmo sacrifício dos outros. Espero que o Vida renda frutos o suficiente para que eu possa manter um time fixo me ajudando a aumentar Airen, o Abismo e o Plano Celestial no futuro.”

AnimeSun-Quais foram as maiores dificuldades até então?

“Não sou super-herói, avaliando hoje parece que o mais difícil foi me convencer dia após dia de não desistir.”
VIDA-IMAGEMCORPO3AnimeSun-Você se dedica apenas para a criação do Vida ou trabalha por fora?

“Desde Agosto de 2014 eu decidi enfiar a cara totalmente no Vida e “seja o que Deus quiser”. Eu trabalhava e desenvolvia o Vida nas horas vagas, hoje inverteu, estou dedicando o máximo de tempo ao jogo e “muito raramente” pego um trabalho freelancer para inteirar as contas.”

AnimeSun-Eu soube que ainda nesse mês vai começar a pré-venda do Vida. Onde vai ser e quanto será o jogo?

“Como eu disse, não é bem uma “pré-venda”, será uma campanha de Crowdfunding para dar a turbinada final no primeiro capítulo e deixar o jogo redondinho. Ainda não decidi a plataforma, mas será alguma brasileira (Kickante, Catarse…), estou avaliando onde seria melhor, isso se eu não colocar nas duas, já que eu não sei se todo mundo usa mais de uma plataforma…”

AnimeSun-Em 2015, alguns jogos desenvolvidos no Brasil foram lançados e em 2016 não será diferente. Títulos como o seu, dos irmãos Castro, Tiny Little Bastards e entre outros estão por vir. Você, como um desenvolvedor, tem boas expectativas para o futuro dos jogos totalmente brasileiros?

“Eu fico é feliz que nossos conterrâneos “GAMERS” brasileiros estão também reconhecendo que “santo de casa faz milagre sim. Desenvolvedores talentosos sempre tivemos por aqui, o pessoal “se virava”, mas hoje com a distribuição digital e o pessoal da mídia apoiando dá pra gente alçar voos mais altos (vide 2015, como você bem observou).”

AnimeSun-Agradecemos pela entrevista. Você tem algum recado para as pessoas que estão com boas expectativas para com o seu jogo?
“Eu que agradeço pelo espaço, e sim, pra todo mundo que está tão ansioso pelo Vida como eu, espero que a visita à Ilha dos Ventos (onde se passa o primeiro capítulo) seja uma viagem da qual vocês não vão se esquecer. AH! E aguardem a campanha!”

E essa foi mais um AnimeSun Entrevista. Até a próxima!

Para mais informações sobre o jogo, acesse o:

Site Oficial

Page no Facebook

Imagens: Site oficial do Vida